Ficantes

Seletividade Feminina – Quem escolhe o parceiro é a MULHER!!!

Muito se ouve falar que na hora da conquista, quem tem o potencial de atrair o parceiro é a mulher. Mas será que é isso mesmo?

Quem nos responde esta enigmática pergunta é a Escola do Feminino (www.escoladofeminino.com.br). “Tradicionalmente é a mulher que escolhe o homem”, afirma Chekes iLLa, diretora e fundadora da Escola do Feminino no Brasil. “O fato da mulher escolher o parceiro não quer dizer que ela sempre acerta nas suas escolhas”, completa.

E para não amargar um relacionamento desastroso ou não compatível, a Escola do Feminino, de São Paulo, dá algumas dicas sobre as escolhas e a seletividade feminina.

  • A mulher deve escolher o homem que tenha as mais fortes qualidades humanas e masculinas;
  • A mulher deve esquecer essa história de ‘ser a escolhida’ pelos homens ou de aceitar qualquer pretendente por falta de escolha. Quem escolhe é a mulher! Não tenha medo de ficar algum tempo sozinha;
  • A mulher escolhe o pretendente, e o atrai através do seu encanto e magnetismo (natural ou adquirido em uma escola para mulheres, por exemplo). Ela deve fazer o homem agir no ato da conquista. Isso reforça a natureza masculina do homem chegar, mas quem na verdade fez a escolha foi a mulher!. Ela parece passiva, mas está ativa internamente com uma superfície passiva. É o homem que, normalmente, deve vir, se arriscar, lutar por ela. O homem torna-se passivo internamente mas ativo na superfície. Este é o ponto exato!
  • A mulher para escolher o parceiro mais assertivo deve ter uma sensibilidade desenvolida, identificando o homem com maior afinidade com ela. A mulher pode desenvolver essa sensibilidade através do conhecimento de fisionomias e tipos energéticos, que entre muitos aspectos sinalizam o tipo de vida que a pessoa leva, os fontos fortes e fracos da personalidade, etc. Assim, haverão menos chances de ter surpresas desagradáveis com o parceiro, e de ir dormir um príncipe e acordar com um sapo.

Como atrair um homem adequado

  1. Tudo começa pela escolha do homem (alvo). Homem fraco, interesseiro, bêbado não precisa de nenhuma arte, qualquer mulher pode conquistar e carregar nas costas depois (não é esse tipo de homem que devemos desejar atrair).
  2. Atrair um homem digno, forte e seguro vai exigir uma grande arte e que valerá a pena dedicar esforços.
  3. A mulher deve cuidar da sua imagem, criando uma imagem sensual sem ser vulgar, aprendendo a realçar seus pontos fortes. Escolha um ponto forte no seu corpo e invista nele. Podem ser os olhos, a boca, os seios, as pernas, os ombros – mas não tudo exageradamente ressaltado, opter por uma parte de cada vez!.
  4. Um forte componente de atratividade da mulher é o seu caminhar e seus gestos. Se ela caminha pesado, como um urso, ou como um boxeador, pode ser linda mas dificilmente provocará desejo em um homem refinado.
  5. Brincar com os olhares, não deve encarar o pretendente, mas também não ignorar, a justa medida entre hipnotizar e criar mistério.
  6. Jamais fale dos ex namorados, não critique o ex marido nem os homens em geral.
  7. Sinta e expresse prazer em tudo, ninguem se sentirá atraído por quem é incapaz de ter prazer na vida. Quem sente prazer pode dar prazer!
  8. Olhos brilhantes, alegria, leveza, sensualidade e mistério….quem resiste?
  9. Para homem fraco basta se atirar pois ele aceita qualquer mulher e mais ainda aquela que não lhe exige nenhum esforco, mas homem forte, digno, refinado gosta de ser o conquistador e pede que a mulher conquiste silenciosamente, sendo acaçadora mas fazendo com que ele pense ser caçador.
  10. Comunicacao inteligente, astuta, não tem nada mais sedutor para um homem, pois apenas sexo pode ser muito fácil para qualquer homem, mas mulher astuta, que o intriga, é uma raridade a ser conquistada.

Tamanho É ou NÃO documento?

 

Para os homens a frase é: ‘Tamanho É documento’. Para as mulheres a frase é ‘Tamanho NÃO documento’, mas e para a hora ‘H’, tamanho é ou não documento obrigatório? Segundo médicos especialistas no assunto. NÃO. O que importa mesmo e se o ‘dono’ do documento sabe ou não usá-lo!

Segundo o urologista e terapeuta sexual Celso Marzano, o tamanho do pênis é uma preocupação masculina e não feminina, pelo falso mito de que quanto maior o pênis, maior prazer proporcionará ao outro parceiro sexual. “Não é verdade, pois há um limite de tamanho que pode penetrar na vagina –  variável de 9 a 12 cm –  e com certeza haverá um incomodo e dor na sua penetração, o que é muito repudiado pelas mulheres. Geralmente dor e prazer não se encaixam bem entre os casais”, explica ele em sua página na internet (www.celsomarzano.com.br) esclarecendo ainda que o que faz a diferença na hora ‘H’, é a espessura do documento!

“A grossura do pênis pode interferir no prazer da mulher pois a sensibilidade maior na vagina ocorre nos primeiros centímetros a partir de sua abertura na vulva e o contato de um pênis mais grosso pode aumentar a sensibilidade”, disse.

Agora para decepção de muitas das minhas amigas leitoras é que a Teoria onde podemos identificar o tamanho do ‘documento’ pelo tamanho dos pés, mãos, nariz ….Segundo o urologista, não serve para a Prática!

“O mito de que observando o tamanho do nariz, da mão ou do pé do homem pode-se calcular o tamanho do seu pênis nada tem a ver. Estas idéias são mitos falsos e fazem parte da fantasia de homens e mulheres.  Na formação do embrião humano cada órgão ou parte do corpo tem uma origem diferente e não tem correspondência um com o outro.”

Mas existem alguns segredos de como medir o documento, que segundo o médico Maurício Garcia, pode vir a prejudicar os parceiros que estão acima do peso.

“A forma correta de medir o comprimento do pênis, é com este em ereção, a partir da base, sendo necessário comprimir a régua, ou qualquer instrumento de aferição, contra o osso púbico, e então medir o comprimento até a glande. Quem está acima do peso leva uma desvantagem, pois há mais gordura cobrindo essa parte escondida do membro”, explica Garcia, médico especialista em Trauma ortopedia e blogueiro do site Papo de homem.

“Passando então à questão do tamanho durante o sexo: Um pênis médio em ereção mede entre 12,5 cm a 17,5 cm. Não há definição universal aceita para um pênis anormal, mas para fins práticos, considera-se um pênis flácido de até 4 cm, e em ereção até 7,5cm, como pequenos.”

 Garcia afirma ainda que a interpretação das medidas deve ser feita da forma inversa a habitual, nesse caso, o menos é mais!  

“Se uma pessoa tem o pênis medindo 16,5 cm, então terá o membro maior que 90% da população brasileira, e menor que 10%. Se medir 13,5 cm, seu pênis será maior que 25% da população brasileira, e menor que 75%.Mais importante que o tamanho peniano, é a sua funcionalidade. É fato sabido que um membro avantajado tem maiores chances de sofrer disfunção erétil no futuro, devido à maior necessidade de sangue para manutenção da ereção, e o risco de precisar de tratamento é bem mais alto.”

Fontes:

http://papodehomem.com.br

http://www.celsomarzano.com.br